sábado, 30 de abril de 2011

O Barquinho - Maysa


O BARQUINHO - MAYSA

Dia de luz, festa de sol
Um barquinho a deslizar no macio azul do mar

Tudo é verão, amor se faz
Num barquinho pelo mar que desliza sem parar

Sem intenção, nossa canção
Vai saindo deste mar e o sol
Vejo o barco e luz, dias tão azuis
Volta do mar, desmaia o sol

E o barquinho a deslizar e a vontade de cantar
Céu tão azul, ilhas do sul
E o barquinho ao coração deslizando na canção
Tudo isso é paz, tudo isso traz
Uma calma de verão e então

O barquinho vai, a tardinha cai
Volta do mar, desmaia o sol
E o barquinho a deslizar e a vontade de cantar

Céu tão azul, ilhas do sul
E o barquinho ao coração deslizando na canção

Tudo isso é paz, tudo isso traz
Uma calma de verão e então

O barquinho vai, a tardinha cai
O barquinho vai, a tardinha cai
O barquinho vai, a tardinha cai



sexta-feira, 29 de abril de 2011

O casamento

CASAR.. acasalar.. morar...

AMAR... se importar.. apoiar

O casamento é oficiar o amor

a multiplicação de transformar dois em um
e esse um em vários assim nasce o milagre
de uma família! de uma sociedade, de um povo
de uma nação..

é o alicerce da casa, é o inicio de tudo
é o dia mais importante da vida de dois
que irradiam felicidade a todos.

O casamento sincero e verdadeiro
é a prática do amor!

O casamento é sagrado
é dar honra a Deus!


(Rose Silva)
29/04/11
O Casamento Real do Príncipe William e Catherine Middleton

quinta-feira, 28 de abril de 2011

O coração e a rosa


Perguntaram a rosa e ao coração
Porque vocês se parecem?
E porque um do outro nunca se esquecem
Pelos amantes, pelos apaixonados
Pelos amigos ou  namorados
Foi então que veio a resposta
Um o outro completa
No coração vem o amor
Na rosa o perfume da flor
Quem ama oferece rosas
E quem as recebe devolve o amor
E ficam nesse vicio de dar e receber
Sem se importar no que vai acontecer
Amor , rosas, amor, rosas
Se um dia tudo acabar
A rosa murchar e o amor se desvanecer
Vamos ver o milagre da vida
vendo a rosa e o coração renascer.


(Rose Silva)

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Vim Regar

Vim regar...

regar a felicidade
regar o amor
regar a compreensão
regar o perdão
regar a harmonia
regar a alegria
regar você
pois sem você
nada disso seria possível pra mim

(Rose Silva)





Em algum lugar no Tempo




Não guarde mágoa de mim
Também não me esqueça
Talvez não saiba amar
Nem mesmo te mereça
Como as ondas do mar
Sempre vão e vem
Nossos beijos de adeus
Na estação de trem
Um gosto de lágrima no rosto
Palavras murmuradas
Que eu quase nem ouço
Que eu quase nem ouço...

Em algum lugar no tempo
Nós ainda estamos juntos
Em algum lugar
Ainda estamos juntos
Em algum lugar no tempo
Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre
Ficaremos juntos...

Não tenha medo de mim
Não importa o que aconteça
Não me tire da sua vida
Nem desapareça
Como as ondas do mar
Sempre vão e vem
Nossos beijos de adeus
Na estação de trem
Um gosto de lágrima no rosto
Palavras murmuradas
Que eu quase nem ouço
Que eu quase nem ouço...

Em algum lugar no tempo
Nós ainda estamos juntos
Em algum lugar
Ainda estamos juntos
Em algum lugar no tempo
Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre
Ficaremos juntos
Juntos...

Em algum lugar no tempo
Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre
Ficaremos juntos
Não guarde mágoa de mim!



Em Algum Lugar No Tempo (Música do Biquini Cavadão)

Composição : alvaro, bruno, miguel, coelho, góes

terça-feira, 26 de abril de 2011

Inverno


No dia em que fui mais feliz
Eu vi um avião

Se espelhar no seu olhar até sumir

De lá pra cá não sei
Caminho ao longo do canal

Faço longas cartas pra ninguém
E o inverno no Leblon é quase glacial

Há algo que jamais se esclareceu

Onde foi exatamente que larguei
Naquele dia mesmo
O leão que sempre cavalguei

Lá mesmo esqueci que o destino
Sempre me quis só


No deserto sem saudade, sem remorso só
Sem amarras, barco embriagado ao mar

Não sei o que em mim
Só quer me lembrar

Que um dia o céu reuniu-se à terra um instante por nós dois
Pouco antes de o ocidente se assombrar
.
Inverno
Adriana Calcanhotto
Composição: Adriana Calcanhoto/Antonio Cícero

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Por onde andei


Parei pra pensar no que fiz ou deixei de fazer
por onde andei, nos lugares que conheci
as pessoas com quem falei...
o que mais me deixou feliz
foi que esse tempo todo
pensei em você
Pois você está em mim


(Rose Silva)


(Rose)

domingo, 24 de abril de 2011

Vivo por amor

Viver com amor
ou  viver por amor
tanto faz, contanto que
o amor esteja sempre
presente na minha vida

(Rose Silva)

sábado, 23 de abril de 2011

Janaina - Biquini Cavadão


Mas ela diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos

Mas ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz

Diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos

Ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz

Se deus quiser.....

(JANAINA - Biqui Cavadão)

A Rosa silenciosa

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Aviso aos Navegantes

Se existe alguém na linha
Se tem alguém no ar
Por favor responda agora
Não me faça esperar...

Há uma certa urgência
Alô informação!
Aqui sou eu sozinho
Do outro lado
Não sei não
Sei!...

Instalei uma antena
E lancei um sinal
Há nada no radar
Procuro no dial...

Aviso aos navegantes
Tem mais alguém aí?

Só ouço o som da minha
Própria voz a repetir...
S.O.S. Solidão!

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
S.O.S. Solidão!

Comigo não!...
S.O.S. Solidão! (Final)
(Repetir a letra)

Aviso Aos Navegantes

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Palavras ao vento

Palavras ao vento
devem ser aquelas que devemos esquecer
aquelas que não precisamos mais deter
que um dia nasceram para voar e se perder
Palavras do tipo: “Não preciso mais de você
Palavras ao vento
Nunca devemos recuperar
Uma palavra que magoa deve ser esquecida e abandonada
A palavra que deve ficar é aquela  
que só faz  amar e me sentir amada

Palavras ao vento é assim um adeus feliz!
Porque o que vai ficar é tudo que eu sempre quis
E que jamais deixaria ir embora
Meu amor por você não é da boca pra fora

Beijosss na alma

(Rose Silva)

terça-feira, 19 de abril de 2011

Flores


Palavras podem ser
como facas ou flores
elas podem ferir
ou podem nos fazer sorrir
Para acordá-las basta um sopro
e como pássaros elas vão encontrar
o caminho e seu ninho.

(Rose Silva)

segunda-feira, 18 de abril de 2011

A flor do amor

Vou falar sobre o amor
Ou sobre a flor?
Confundo-me e reflito
Sobre quem falar
Pra quem sorrir?
A beleza da flor e do amor
Se misturam
E deixam no ar algo inebriante
Que palavras não sabem expressar
Já sei o que faço então
Vou apenas amar
E o resto vai ser conseqüência
Beleza, perfume, alegria...
Serão os frutos que ganho e ganharei
da flor do amor!


(Rose Silva)

domingo, 17 de abril de 2011

17 DE ABRIL DE 2011 (14 DE NISÃ), após o pôr do sol

Jerusalém é banhada pela suave luz do crepúsculo vespertino, ao passo que a lua cheia surge sobre o monte das Oliveiras. Numa ampla sala mobiliada, Jesus e os 12 estão recostados a uma mesa preparada. “Desejei muito comer esta páscoa convosco antes de eu sofrer”, diz ele. (Lucas 22:14, 15) Depois, os apóstolos ficam surpresos de ver Jesus levantar-se e pôr de lado a sua roupagem exterior. Tomando uma toalha e uma bacia de água, ele começa a lavar-lhes os pés. Que lição inesquecível de prestar serviço humilde! — João 13:2-15.
No entanto, Jesus sabe que um desses homens — Judas Iscariotes — já providenciou traí-lo aos líderes religiosos. É compreensível que ele fique muito aflito. “Um de vós me trairá”, revela ele. Os apóstolos ficam muito contristados com isso. (Mateus 26:21, 22) Depois de celebrar a Páscoa, Jesus diz a Judas: “O que fazes, faze-o mais depressa.” — João 13:27.
Após a saída de Judas, Jesus introduz uma refeição para comemorar a sua iminente morte. Toma um pão não levedado, dá graças numa oração, parte-o e manda que os 11 o comam. “Isto significa meu corpo”, diz ele, “que há de ser dado em vosso benefício. Persisti em fazer isso em memória de mim”. Depois toma um copo de vinho tinto. Após proferir uma bênção, passa-lhes o copo, dizendo que bebam dele. Jesus acrescenta: “Isto significa meu ‘sangue do pacto’, que há de ser derramado em benefício de muitos, para o perdão de pecados.” — Lucas 22:19, 20; Mateus 26:26-28.
Durante esta noite momentosa, Jesus ensina aos seus apóstolos fiéis muitas lições valiosas, e entre elas a importância do amor fraternal. (João 13:34, 35) Assegura-lhes que receberão um “ajudador”, o espírito santo. Este os fará lembrar todas as coisas que lhes disse. (João 14:26) Mais tarde, naquela noite, devem ficar muito encorajados ao ouvir Jesus proferir uma fervorosa oração a favor deles. (João, capítulo 17) Após cantarem cânticos de louvor, saem da sala de sobrado e seguem a Jesus no fresco ar da noite.
Atravessando o vale do Cédron, Jesus e seus apóstolos vão para um dos seus lugares favoritos, o jardim de Getsêmani. (João 18:1, 2) Enquanto os seus apóstolos esperam, Jesus se afasta um pouco para orar. Não há palavras para descrever a sua tensão emocional quando pede fervorosamente ao Pai que lhe dê ajuda. (Lucas 22:44) A mera idéia do vitupério que se lançaria sobre o seu querido Pai celestial se ele fracassasse o deixa extremamente aflito.
Mal Jesus acaba de orar, quando chega Judas Iscariotes com uma multidão que carrega espadas, cacetes e tochas. “Bom dia, Rabi!”, diz Judas, beijando ternamente a Jesus. Este é o sinal para os homens prenderem Jesus. De repente, Pedro dá um golpe com a sua espada e corta a orelha do escravo do sumo sacerdote. “Devolve a espada ao seu lugar”, diz Jesus, ao curar a orelha do homem. “Todos os que tomarem a espada perecerão pela espada.” — Mateus 26:47-52.
Tudo acontece muito depressa! Jesus é preso e amarrado. Com medo e em confusão, os apóstolos abandonam seu Amo e fogem. Jesus é levado a Anás, o anterior sumo sacerdote. Depois é levado a Caifás, o atual sumo sacerdote, para ser julgado. Nas primeiras horas da manhã, o Sinédrio acusa Jesus falsamente de blasfêmia. A seguir, Caifás manda que seja levado ao governador romano, Pôncio Pilatos. Este manda Jesus a Herodes Ântipas, o governante da Galiléia. Herodes e seus guardas zombam de Jesus. Daí, ele é mandado de volta a Pilatos. A inocência de Jesus é confirmada por Pilatos. Mas os líderes religiosos judeus o pressionam para que condene Jesus à morte. Depois de sofrer consideráveis ultrajes verbais e físicos, Jesus é levado a Gólgota, onde é impiedosamente pregado numa estaca de tortura e sofre uma morte agonizante. — Marcos 14:5015:39; Lucas 23:4-25.
Teria sido a maior tragédia na História se a morte de Jesus tivesse acabado para sempre com a sua vida. Felizmente, isto não aconteceu. Em 16 de nisã de 33 EC, seus discípulos ficaram espantados de descobrir que ele tinha sido levantado dentre os mortos. Com o tempo, mais de 500 pessoas puderam confirmar que Jesus vivia novamente. E 40 dias após a ressurreição dele, um grupo de seguidores fiéis o viu ascender ao céu. — Atos 1:9-11; 1 Coríntios 15:3-8.

http://www.watchtower.org/t/19980315/article_01.htm

sábado, 16 de abril de 2011

Meu gato passarinho


Não sei o que procuro aqui
nem mesmo onde devo procurar
A única certeza que tenho é
que estarei onde você estará
Ficarei onde você estiver
E amarei o que você amar

Não sei cantar não sei voar
Nem construir um ninho
Mas com você me sinto livre
Como um passarinho

Não sou um gigante
Nem uma pessoa forte
Mas com o amor que sinto por ti
enfrento até a morte

Porque será que tudo isso acontece?
A resposta está na ponta da língua
É porque quando o amor aparece
me faz falar feito rima.

(Rose Silva)

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O sorriso

Acordar ter e manter o sorriso
é também a forma de agradecer a Deus
por tudo de maravilhoso que ele nos dá
seja ontem hoje ou amanhã
sorrir não é apenas o que importa
mas é o que é preciso!

(Rose Silva)

quinta-feira, 14 de abril de 2011

O valor da Perda

(desconheço o autor)

Vivemos assim




Vivemos assim

Temos que nos equilibrar
Procurar não tropeçar
Mesmo quando existirem obstáculos
Respirar fundo e seguir em frente
Do que adianta parar?
Se não podemos voltar atrás e começar do mesmo ponto
Podemos recomeçar de um ponto diferente,
Vivemos assim
Um cai e levanta e chora e sorrir
Uma coragem de repente
Uma fraqueza na gente
Mas o que importa nessa vida
É seguir em frente
Ser feliz e fazer feliz
Ter pra manter e não pra perder
Dar sem esperar receber.


(Rose Silva)

Simples Carinho



Carinho é assim

Gostoso de dar
Alegra quem recebe
E o bom mesmo é ficar
Ficar do ladinho
Ficar de pertinho
Ficar no escurinho
De preferência de mansinho
Carinho é assim
O que sinto por você
e você por mim
dá pra definir?
não,  não dá!
Bom mesmo é sentir


(Rose Silva)

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Formato Mínimo - Skank

Formato Mínimo - Skank




Começou de súbito
A festa estava mesmo ótima
Ela procurava um príncipe
Ele procurava a próxima


Ele reparou nos óculos
Ela reparou nas vírgulas
Ele ofereceu-lhe um ácido
E ela achou aquilo o máximo

Os lábios se tocaram ásperos
Em beijos de tirar o fôlego

Tímidos, transaram trôpegos
E ávidos, gozaram rápido

Ele procurava álibis
Ela flutuava lépida

Ele sucumbia ao pânico
E ela descansava lívida

O medo redigiu-se ínfimo
E ele percebeu a dádiva
Declarou-se dela, o súdito

Desenhou-se a história trágica

Ele, enfim, dormiu apático
Na noite segredosa e cálida
Ela despertou-se tímida
Feita do desejo, a vítima

Fugiu dali tão rápido
Caminhando passos tétricos
Amor em sua mente épico
Transformado em jogo cínico


Para ele, uma transa típica
O amor em seu formato mínimo
O corpo se expressando clínico
Da triste solidão, a rubrica



terça-feira, 12 de abril de 2011

Bom dia!



Não é apenas mais um dia
Mas é MAIS UM DIA ESPECIAL
De toda nossa vida

Que não volta mais
Que não poderemos recuperar
Então que possamos fazer o melhor dele
Para aproveitar!

Beijos com meu carinho!

(Rose Silva)

Os sentidos

Posso.. 


Não ver

Não ouvir

Não falar

mas TE AMO

de coração
Beijinhos carinhosos!
(Rose Silva)

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Ter o amor

Ter o amor


tenho andado  com o coração na mão
tenho visto pessoas sem coração
tenho observado a solidão
Mas a verdade única e sem contestação

É amar sem explicação
Porque amor é sentimento
E não uma mera emoção

(Rose Silva)

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Tragédias

Impossível ficar indiferente
com o que aconteceu com as crianças que foram mortas no RJ
estou muito triste ...
sou mãe e é uma  coisa
inimaginável descrever tudo isso
mas com ajuda de Deus
as famílias vão ser consoladas.

(Rose Silva)

A verdade